21.12.16

Vencedora passatempo de Natal

A vencedora do passatempo de Natal é a Marieta Dinis. Muitos parabéns e Feliz Natal!!

14.12.16

Leite anti-obstipação

Volta e meia cá venho eu falar de cocó. Mas só quem tem obstipação ou filhos com obstipação percebe a angústia de não ter um trânsito intestinal saudável.
Desde a última vez, em que falei sobre as maravilhas do Movicol, já descobri uma forma menos drástica e mais natural de regular o intestino da Maria Victória.
Tendo em conta que ela ingere muitas fibras presentes nos legumes e frutas e bebe muita água, não havia muito mais a fazer. O Movicol é óptimo para resolver o problema da obstipação, mas não é o mais indicado para uso diário.
A pediatra falou-me, então, do leite Mimosa Bem Especial Fibras. A Maria Victória tomava o Nan 4, mas a pediatra achou que não havia qualquer necessidade de tomar aquele leite, pois estava a crescer bem e sem problemas de peso. Troquei de leite e a verdade é que, desde que toma o leite Mimosa Fibras, nunca mais passou um dia sem fazer cocó. Aliás, há vários dias em faz duas vezes. Faz sem esforço e já não tem medo de fazer cocó.
Já uma mãe me tinha falado neste leite na página do Facebook, mas infelizmente só lhe dei um pacote e, como é óbvio, não resultou. É preciso insistir um bocadinho e esperar uns 2 ou 3 dias.
Experimentem e digam-me o que acham.

13.12.16

Falta de tempo para escrever

Já não escrevo aqui há mais de um mês. Peço desculpa a quem me lê e, mais importante que isso, a quem me lerá: a minha filha.
Quando comecei este blogue, fi-lo por mim. Precisava de falar sobre as emoções que a gravidez me estava a trazer. Entretanto, o meu amor nasceu e passei a escrever sobre e para ela. Acho que ela vai gostar muito ler esta nossa aventura.
Depois, fui ficando doente, a minha ansiedade generalizou-se e deixei de sair de casa. Sem entrar em grandes detalhes porque ainda não consigo, a coisa ficou mesmo grave. E precisei de me tratar, por mim e pela minha filha. Houve muito sofrimento, muita luta e muita solidão a enfrentar isto tudo.
Há dois meses, o universo deu-me a oportunidade de trabalhar fora de casa. Faço o meu trabalho habitual durante todo o dia e, ao fim do dia, vou ensinar e acompanhar crianças, algo que não fazia há mais de 10 anos. Acumular dois trabalhos fez-me esquecer da minha ansiedade porque simplesmente não tenho tempo para pensar em nada. Estou sempre a correr, ganhei auto-estima, conheci pessoas novas fantásticas e valorizei muito mais o tempo que tenho para mim e para os outros.
Desde que a minha filha nasceu que só (SÓ) vivi para ela. Tudo ficou relegado para 2º, 3º, 4º plano, inclusivamente eu. E isso não podia ter acontecido. Só agora percebo que eu devia ter-me amado mais e isso não beliscaria jamais o meu amor pela minha filha.
Apesar de andar cansadíssima, ando mais feliz. A Maria Victória fica comigo e com o pai em casa até às 11 da manhã, depois vai para casa dos avós. Faço o meu trabalho e, ao fim do dia, quando já estou cheia de saudades da minha princesa, vou para o segundo trabalho, tomar conta dos filhos dos outros e ensinar-lhes Português e Inglês (e o que puder). Assim que saio, por volta das 7, já só penso em Maria Victória. Todo o tempo é para ela e já não há tempo para o blogue.
Por muito que lamente não ter documentado estes últimos tempos, sei que o mais importante é estar com ela e viver plenamente cada minuto com ela. Quando ela adormece já só me apetece dormir também. Obrigada por continuarem desse lado, apesar da ausência.

6.11.16

Solução para a obstipação

Quem segue o blogue sabe que a minha filhota sofre bastante de obstipação, à minha semelhança. As meninas têm mais propensão a ter estas coisas e já fiz de tudo para a aliviar um pouco.
A nível de alimentação não há desequilíbrios e a avó é responsável pelas suas refeições muito cuidadas. Come sempre sopa e legumes nas duas refeições principais e sempre bebeu muita água. Por isso, fibra e hidratação não lhe faltam.
Experimentei o xarope de maçã reineta e nada, Laevolac nada. Chegou ao ponto de ela se recusar a fazer cocó e isso tornou tudo mais complicado ainda. Fezes duras, secas, às bolinhas... claro que tinha de lhe provocar dor e é normal o receio de ir à casa de banho.
Uma vez falei aqui do assunto e uma blogger muito conhecida que fala sobre a alimentação saudável para crianças revelou-me que uma das suas filhas sofria do mesmo. Escusado será dizer que a alimentação era óptima e ainda assim a menina sofria de obstipação e medo de ir à casa de banho. Muito provavelmente seria um problema crónico.
A boa notícia é que finalmente encontrei algo que ajudou mesmo na obstipação e sem dor ou sem cólicas. Quase sem qualquer esperança, perguntei na farmácia se havia algo para a obstipação que ainda não tivesse experiementado. Mostraram-me o Movicol. O Movicol só está indicado para crianças maiores de 2 anos e vem em saquetas. Tem um sabor delicioso a chocolate e adicionei o pó ao leite. Pode ser bebido ao longo do dia ou de uma vez só. Assim que terminou o leite, a Maria Victória foi logo à casa de banho. Para mim, foi um verdadeiro milagre. Usei 3 saquetas (1 num dia e 2 no seguinte - podem tomar no máximo 4 por dia) e já lá vai mais de uma semana sem usar mais nada.
Connosco resultou e espero que resulte com vocês.

17.10.16

Vencedora sapatos castanhos

A vencedora dos sapatinhos castanhos sorteados no Facebook é a Fátinha Fonseca. Muitos parabéns!

3.10.16

Vencedor passatempo Pikirrucha

Este passatempo teve imensas participações, fruto do interesse que todos tiveram pelas mochilas Pikirrucha.

A vencedora foi a Aninhas Aninhas. Pode entrar em contacto com a marca para personalizar a sua mochila. Parabéns!

1.10.16

O desfralde montessoriano

Na perspectiva montessoriana, os pais devem apenas observar e proporcionar às crianças os recursos para fazerem um desfralde de forma independente. Ou seja, as crianças não são treinadas, mas sim apoiadas.


1. O desfralde é gradual. 
Aqui não há aqueles métodos de desfralde numa semana. Não há prazos, não há expectativas. 


2. Observar o ritmo da criança. 
Deve falar-se naturalmente do porquê de se ir à casa de banho. Não se devem fazer caretas associadas ao mau cheiro do cocó. Não é algo negativo, por isso não devemos impor essa carga. O mesmo se passa com a fralda. Nada de fazer referências ao mau cheiro. 

3. A curiosidade das crianças.

As crianças são curiosas e vão querer imitar os mais velhos, antes mesmo de conseguir controlar efectivamente a bexiga e o intestino. O barulho do autoclismo, a vontade de brincar com a água, tudo é novo.

4. O ritual. 
Eles passam a interessar-se por puxar as suas próprias calças para cima e para baixo. Invista em calças de elástico e fraldas cuecas. Eles começam a aprender que é melhor estar seco e passam a reclamar da fralda suja. Nesta fase, pode lentamente ensinar-se o RITUAL: puxar as calças para baixo, sentar na sanita ou bacio, usar o papel higiénico, puxar para cima as calças, abrir o autoclismo e lavar as mãos. 

5. Organizar o espaço e deixá-lo ser independente. 
Assim que a criança começar a mostrar interesse pelo ritual do desfralde, a casa de banho pode ser organizada para dar à criança o máximo de independência possível. Caso use o bacio, não o deixe solto pela casa, como um brinquedo. Mantenha-o na casa de banho para que ele saiba que ali é o lugar de fazer xixi/cocó. Para facilitar a sua vida, guarde na casa de banho uma uma pilha de panos para limpeza, um cesto para roupas molhadas, e uma pilha de calças ou cuecas limpas. Neste momento em que há inevitáveis acidentes, é importante que a criança ajude a ir buscar as cuequinhas ou calças secas e deitar no cesto a roupa molhada. Quando a criança é envolvida no processo, ela torna-se parte da solução. 

6. Como apoiar o seu filho?
Se decidir usar um redutor de sanita em vez de um bacio, compre um banquinho ou degrau para que ele possa subir mais facilmente e depois apoiar os pés. Incorpore a casa de banho na rotina da criança. Deve oferecer-se o bacio ou redutor em momentos em que a criança normalmente faz xixi, por exemplo, ao acordar, antes de sair, quando chega a casa, após o almoço, antes das sonecas, etc. Diga “É hora de ir à casa de banho” em vez de “Queres ir à casa de banho?” (A resposta será sempre não). Também pode usar um despertador em intervalos regulares para o lembrar. Não force a situação, pois só vai causar contrariedade e resistência. Nunca repreender. Agir naturalmente. “Percebi que está molhado. Vamos trocar de roupa?”. Deixe-o ajudar a lavar-se/secar-se e a trocar de roupa, sempre estimulando a independência. Não celebre demais. Ir à casa de banho é algo natural para todos. Os pais ficam felizes, mas é mesmo necessário bater palmas? 

27.9.16

Essenciais para cabelos difíceis


A Maria Victória nasceu com muito pouco cabelo. Ela foi crescendo, mas o cabelo continuou sempre muito curtinho e liso. De repente, lá para os 15 ou 16 meses, o cabelo cresceu e cresceu encaracolado. Sobretudo na parte de trás. É quase carapinha. Basta ela andar na cadeira do carro para o cabelo ficar todo embaraçado. Depois de uma noite de sono, então... só visto! Mais parecem rastas.

Assim que ela começou a ter cabelo, passei a deixar de lado a escovinha para cabelo de bebé e usei a minha Tangle Teezer. O meu cabelo tem as mesmas caraterísticas e fica logo cheio de nós. Comprei a Tangle Teezer para andar na carteira. É óptima, pois permite escovar o cabelo sem o quebrar ou arrancar. Não dói! Achei que era o ideal para ela, já que pentear-lhe o cabelo poderia ser doloroso.

Os essenciais para o cabelo dela são, para além da Tangle Teezer, o Champô e o Spray Desembaraçador da Klorane. São suaves, protectores e sem parabenos. Assim, torna-se mais fácil tratar-lhe do cabelo e até os caracóis ficam mais definidos.

Podem encontrar as Tangle Teezer e o spray Klorane em farmácias e parafarmácias.

26.9.16

...e adormeceu no meu colo.

Tal e qual como quando era um bebé.
Durante muito tempo, adormeceu embalada pelo meu colo. Chegada ao ano e meio quis dormir sozinha, já muito independente e autónoma. De vez em quando, enquanto bebe o seu leite, presenteia-me com um pedido de colo. E adormece encostadinha a mim. Não tem preço.

Passatempo showroomprive - vencedor

A vencedora do passatempo showroomprive é a Dulce Russo. Muitos parabéns! Será contactada em breve.

20.9.16

Stella Kids

A Stella McCartney tem uma linha de roupa infantil absolutamente adorável: a Stella Kids. Amei!

18.9.16

Passatempo Pikirrucha

A Pikirrucha tem um nome adorável e confecciona artigos personalizáveis e à medida, como estas mochilas lindas.

Para ganhar uma mochila personalizável ao seu gosto (dentro do stock existente), basta:
- Fazer like na página Pikirrucha
- Fazer like na página Teste Positivo
- Partilhar o post original deste passatempo no Facebook de forma pública
- Comentar o post original deste passatempo, identificando 3 pessoas

Podem participar as vezes que entenderem, desde que identifiquem pessoas diferentes
O passatempo termina no dia 30 de Setembro, às 23:59.
O vencedor será apurado via random.org

Boa sorte!!

14.9.16

A Mala de Maternidade pelo Mundo

Ter um bebé é uma experiência fantástica, mas sempre diferente. É ainda mais diferente de país para país. Vejam o que cada Mãe leva na sua Mala de Maternidade:

Hazel Shandumba, aldeia Hamakanso, em Monze, na Zâmbia.
Roupas de bebé, fraldas, uma bacia e sabão, sarong (roupa tradicional) e um lençol de plástico para a cama no hospital.




Deanna Neiers, de Nova Iorque, nos Estados Unidos.
Mp3, óleo para massagem com extracto de côco, azeite de lavanda, gel com extracto de arnica, soutien de amamentação, almofada, roupa confortável para a mãe, roupa para bebé, manta, objectos de higiene pessoal, máscara para dormir, livro.



Ellen, de Simulemba, no Malawi.
Lanterna (porque no hospital não há electricidade), lençol de plástico para a cama do hospital, faca para cortar o cordão umbilical, laço para amarrá-lo, nota de 200 kwacha do Malawi para comprar comida, 3 sarongs (roupa nacional) para a mãe e para o bebé.




Katy Shaw, de Melbourne, na Austrália
Gomas, fraldas, objectos de higiene pessoal, bebida isotónica, roupa infantil, roupa para a mãe, óleos para massagem, acumulador de frio e calor.




Claudine, de Betafo, em Madagáscar
Roupa de bebé, algodão, toalhas íntimas, álcool, fraldas, garrafa térmica, bacia e panela.




Joanne Laurie, de Londres, em Inglaterra
Fraldas, roupa para bebé, gomas, roupa e toalha para a mãe, objectos de higiene pessoal, bioestimulador, toalhas íntimas, iPad, água, pente.




Agnes Noti, Iramba, Tanzânia
Roupa e manta para bebé, sarong (roupa nacional), garrafa térmica, chá, sabão, recipiente para água.



Artigo completo: dailymail

Testado e aprovado: desodorizante Nuxe

Sou muito esquisita no que toca a desodorizantes. Tenho vários a meio porque não são bons. Faço questão que tenham o mínimo de químicos possível, mas têm que conseguir o seu propósito. Muitos deles, por serem tão naturais, não eliminam odores. Este é fantástico e dura o dia todo. Não tem álcool e não tem parabenos. Preço: 8,90€

9.9.16

Passatempo Regresso às Aulas

Como o Regresso às Aulas implica sempre custos acrescidos para as famílias, Showroomprive.pt aliou-se ao Teste Positivo e vai sortear um vale de 50€ em compras.


Todos os dias, showroomprive.pt compromete-se a disponibilizar ao maior número possível de pessoas, na internet e no telemóvel, produtos de grandes marcas com preços imbatíveis. Seja pronto-a-vestir, cosméticos ou até mesmo decoração, showroomprive.pt aplica reduções até 70% em relação aos preços de loja.

Podem usar o vale no que bem entenderem, dado que podem comprar de tudo em showroomprive.pt, mas deixo aqui algumas sugestões para os mais pequenos:





 Como de podem candidatar a este vale de 50€ em compras à vossa escolha?

- Registo em www.showroomprive.pt
- Like em Teste Positivo
- Partilhar publicamente este post no facebook
- Identificar 3 amigas
- Preencher este questionário



Passatempo válido até dia 22 de Setembro de 2016, às 23:59
Podem participar as vezes que quiserem, desde que identifiquem pessoas diferentes
O vencedor será apurado aleatoriamente através do random.org






7.9.16

Maria Victória e as festas de verão

Muitas vezes, achamos que sabemos o que faz os nossos filhos felizes. Nesse campo, a minha filha continua a suprpreender-me e a mostrar-me que fica feliz com qualquer coisa. Quando a vi mais feliz e a exteriorizar a sua alegria foi na festa da minha aldeia. Já no ano passado, com pouco mais de 1 ano, adorou dançar ao som de música popular e alegrou quem a viu.



Este ano, mais velhinha, não perdeu a oportunidade que lhe deram quando convidaram as crianças para subir ao palco. Nunca a vi tão eufórica, sobretudo com a presença do Panda... Correu o palco todo, bateu palmas, agradeceu, animava o público e até fugiu para o palco superior, onde estava o baterista. Teve a sorte de ter andado ao colo do Panda, precisamente porque não estava quiete. O mais fantástico é que ela não se esquece disso e todos os dias me fala do Panda e como "a menina andou ao colo do Panda".


O que ela gosta mesmo é de festa, de alegria, de convívio com as pessoas, de música... Venham as festas!

5.9.16

Festas infantis

Só quem já organizou uma festa em casa sabe o trabalho que dá. A lista de convidados, as compras, a organização, a decoração, a logística que implica é enorme. Quando são festas infantis é ainda pior porque há que manter os miúdos entretidos e felizes. E quando eles estão entretidos e felizes fazem barulho, não param um minuto sossegados.

A maior parte de nós não têm espaço em casa para dar festas com mais de 10 pessoas. A casa onde ainda vivo é o exemplo claro disso. Se faço um jantar para mais de 6 pessoas já parece que nos atropelamos todos, não é boa ideia e já me deixei disso. Tenho muita pena, mas agora ainda é pior porque temos todos filhos. Já não somos 6, somos 9.

Eu eu tenho muita sorte porque nos 2 aniversários da minha filha pude usar uma quinta maravilhosa, no coração do Douro, que é dos tios do meu marido, a Quinta Madureira. Como também vamos mudar de casa em breve, vamos ter imenso espaço para receber amigos e filhotes.

Recentemente, enquanto pesquisava umas coisas na internet, encontrei um espaço fantástico. Só é pena que seja em Lisboa, pois para mim é um pouco longe. Na Party Place têm 250 m2 de espaço para os miúdos brincarem, adaptado para ir ao encontro das necessidades dos pais. Ou seja, temos toda a liberdade para organizarmos a festa que queremos, independentemente da idade dos miúdos. O espaço disponibiliza algumas actividades, mas os pais podem levar tudo o que entenderem para lá. Adorei o conceito!


4.9.16

Deusa Gowry

11 dias depois do nascimento de qualquer bebé na Índia é um dia muito especial e auspicioso. A Maria Victória teve o privilégio de ser ter sido feita uma puja ao Lord Ganesh em seu nome nesse dia.


Também nesse dia, pessoas próximas ao bebé abençoam-no com nomes auspiciosos. A minha amiga escolheu para a minha filha o nome "GOWRI". É o nome da mãe do Lord Ganesh, por quem tenho grande devoção.

Hoje celebra-se o aniversário da deusa Gowri e a Maria Victória vestiu-se a rigor, com pulseiras e bindi, para a homenagear e porque lhe é auspicioso.

1.9.16

Coisas nojentas

No início de Agosto, estávamos nós num convívio da aldeia, com imensa gente. Havia mesas com comida e a Maria Victória andava à procura de batatas fritas, a sua perdição. É então que encontra um prato com cascas de tremoços e resolve meter um à boca. Quando fui tentar tirar-lho da mão já estava na boca. A custo lá o cuspiu, mas o mal já estava feito.

O desfralde II

Estava a correr tudo tão bem... a Maria Victória já nem precisava que a lembrássemos de que precisava de ir ao bacio, ia sozinha e espontaneamente, tal como descrevi anteriormente.
Neste momento, há mais acidentes do que xixis no bacio. Levanta a saia e toca a fazer xixi, de pé, onde quer que esteja. Tem sido muito complicado manter a motivação, a calma e a paciência. Sei que não devemos valorizar os acidentes, não devemos ficar zangadas, devemos continuar a motivar para usar o bacio, mas quando vejo a roupa toda molhada, o chão, almofadas... confesso que me sinto frustrada e desesperada, até.
Segundo li, estes retrocessos são normais e estão, muitas vezes, ligados a mudanças, que não é o caso, ou chamadas de atenção. Porque é que ela estará a chamar a minha atenção? Pode ser saudades de casa, saudades do Pai, ansiedade por me ver cansada... Ou simplesmente o facto de, sempre que dorme ou quando saímos, lhe colocar novamente a fralda e isso dar ordens contraditórias ao cérebro. Tenho que recuperar forças, dar-lhe ânimo e motivação.

31.8.16

Vencedora Mega Passatempo de Agosto

A vencedora dos 8 prémios do nosso mega sorteio de Agosto é a Joana Pinto Gomes. Muitos parabéns!!

Por favor, entre em contacto comigo para poder receber todos os prémios.

30.8.16

Grávidas nos MTV Video Music Awards

Achavam que não havia barriguitas nos prémios da MTV? Claro que havia. Consegui encontrar 3.
A mocinha sem camisola, pronto, não vou comentar...

.